Conheça as Escolas de Samba de curitiba | App Onde Ir Curitiba
Background Image

Conheça as Escolas de Samba de Curitiba

escolas de samba curitiba

No sábado de Carnaval (10) acontece o desfile dos blocos e das Escolas de Samba em Curitiba, na Marechal Deodoro. No total, serão 9 escolas – cinco do bloco de acesso e quatro do especial – que irão mostrar sua magia e trabalho. O desfile é aberto pelos blocos, às 13h, e depois é a vez do grupo de acesso, previsto para as 15h, seguido pelas escolas do grupo especial à noite.

Conheça as escolas:

Grupo de acesso

Enamorados do Samba

O Grêmio Cultural Ecológico Carnavalesco Enamorados do Samba surgiu como um bloco em 1993 e desfilou até 1997. A ideia era juntar as pessoas que estavam trabalhando nos desfiles das escolas para aproveitar e pular o carnaval no bloco, cujo desfile era no dia posterior do das escolas. Nos cinco campeonatos que participaram, ganharam três. Voltaram em 2017 como escola de samba, com o peso de carnavalescos experientes no time e que querem renovar o carnaval curitibano. Para isso, tem como palavra de ordem a sustentabilidade: através de parcerias com empresas e associações de catadores, a matéria-prima das fantasias e adereços são resíduos e materiais que antes seriam descartados. Este ano, desfila com o enredo “Mais amor por um mundo melhor”.

Unidos de Pinhais

A escola existe desde 2001 e tem um bom histórico no carnaval curitibano, colecianando segundo e terceiros lugares. Este ano, apresenta o enredo “Carrossel dos meus sonhos de criança… histórias de vovó”, baseado nos encantos e na magia das histórias infantis, povoadas por personagens de todos os tipos.

Império Real de Colombo

A escola foi fundada em 12 de Fevereiro de 2015 por Rosemeri Peretti, figura já atuante por anos no carnaval de Curitiba e região.  Em 2018, o Império Real entra com o enredo “Das Terras Cariocas para o solo do pinhão, malandro é malandro, mané é mané! ”, o samba será defendido na avenida pela intérprete Jú de Paula e por Marcos Percussão, com o mestre de bateria Sesóstris Filipe. O tema proposto pelo pesquisador e carnavalesco Marcio Marins de Jagun é uma homenagem a figuras do carnaval curitibano.

Os Internautas de Pinhais

A agremiação começou a desfilar em 2003, como bloco carnavalesco, posteriormente se transformando em escola de samba. Durante sua história Os Internautas produziram enredos com os mais variados temas: Sítio do Pica-pau Amarelo; A África; Exuberância Brasileira; A Alegria do Palhaço; Uma Dádiva da Natureza; Brincadeiras de Infância e o Mundo Mágico de Pinhais.

Grupo Especial

Acadêmicos da Realeza

Fundada em 3 de março de 1997 e batizada por Neguinho da Beija-Flor, já foi campeã por 10 anos e ficou entre os três primeiros lugares em todas suas participações.  Este ano o samba enredo da escola é “Oh, Terezinha, é um barato o centenário do Chacrinha!”, homenageando o apresentador.

Mocidade Azul

A Mocidade encerra o desfile com um enredo que aborda a situação econômica do país, a perseverança do brasileiro e a esperança pela arte, “Quem canta seus males espanta. Onde está o dinheiro? Quem foi o gato que comeu?”. A escola coleciona 23 títulos em seus 45 anos de história.

Embaixadores da Alegria

Escola mais antiga de Curitiba, segundo a Fundação Cultural de Curitiba foi fundada como bloco em 1948 por José Cadilhe de Oliveira (recém chegado de Ponta Grossa) e Glauco Souza Lobo, no Bar e Confeitaria Stuart, a partir de um batuque improvisado com garrafas de cerveja e caixinhas de fósforo. Este ano, a Embaixadores celebra seus 70 anos com o enredo “O céu se abre para cantar, como é grande o meu amor por você!”.

Leões da Mocidade

Fundada em 2007, a Leões estreiou no carnaval homenageando um dos maiores símbolos da cidade de Curitiba, a Boca Maldita. Garantiu o terceiro lugar em 2016, já que em 2017 não houve competição entre as escolas por conta do corte de verbas. Este ano, inova com o samba enredo “Peabiru – Yvi Mara’ey, eu vou pelo caminho do Sol”, referência ao antigo caminho Peabiru, usado por índigenas sul-americanos e que liga Cusco, no Peru, ao litoral brasileiro.

Imperatriz da Liberdade

Formada em 2013 por pessoas de vasta experiência em Carnaval e no universo cultural, a escola tem como foco principal os projetos sócio-culturais voltados à comunidade, por exemplo as diversas oficinas gratuitas que são ofertadas desde 2013. Levou o título do grupo de acesso já no seu primeiro ano de desfile, em 2014, e novamente, em 2016. Neste sábado, a Imperatriz aborda a capoeira com o enredo “Na ginga da capoeira a Imperatriz sacode a poeira”.

Para maiores informações sobre os lugares que você quiser visitar ou até para outras promoções, basta baixar o App Onde Ir Curitiba! Aproveite!
  • Booking.com
Sem Comentários

Fazer um Comentário