Cine Água Verde lança sessão cult | App Onde Ir Curitiba
Background Image

Mostra “Jean Pierre Melville – O Cineasta das Sombras” segue em cartaz no Cine Água Verde

cidade dos sonhos

A mostra “Jean Pierre Melville – O Cineasta Das Sombras” segue em cartaz no Cine Água Verde. ​A novidade desta sua última semana é a exibição de uma versão restaurada e em alta definição do filme “Mulholland Drive​ – Cidade dos Sonhos”, ​de David Lynch, que ficará em cartaz até a quinta-feira (7/12), inaugurando oficialmente a “Sempre às 9”, sessão reservada ao cinema cult no espaço do Shopping Água Verde.

 

O organizador da mostra, o produtor, diretor e roteirista William Biagioli, destaca que ver o filme de Lynch na tela do cinema é uma experiência única. “O filme é inesquecível e só poderia ter sido feito por um gênio como o David Lynch! Ele misturou gêneros, histórias, sonhos e memórias em uma das tramas mais brilhantes de todos os tempos, criando os climas mais sensacionais do cinema contemporâneo. Não é por acaso que ele é considerado o maior filme do século XXI, até esse momento. Depois de assistir, tenho certeza de que o público curitibano vai concordar”, assegura.

 

Biagioli explica que surgiu a oportunidade​ de trazer a cópia para Curitiba​, por conta dos contatos que mantém no meio cinematográfico, e ele não quis deixar passar, mesmo não sendo um filme de Melville. “Não quisemos desperdiçar a chance, pois ele não seria exibido aqui, assim como tantos outros não foram. Não queremos deixar que isso volte a acontecer. Desta forma, o filme de Lynch está inaugurando uma nova sessão voltada a uma produção mais cult”, diz o curador. “A intenção é sempre que possível oferecer uma programação estimulante e que esteja em sintonia com o que é exibido no país inteiro”, completa.

 

Os filmes são exibidos sempre às 21h e os ingressos custam R$ 5. A programação é a seguinte: segunda-feira 27/11 – “O Exército das Sombras” (1969), terça-feira 28/11 – “O Círculo Vermelho” (1970), quarta-feira 29/11 – “Sob o nome de Melville” (2008) e quinta-feira 30/11 – “Mulholland Drive – Cidade dos Sonhos” (2001).

 

Jean-Pierre Melville tem a sua obra associada ao Film Noir (um sub-gênero do filme policial) e continua a exercer uma forte influência sobre cineastas contemporâneos, entre eles Quentin Tarantino, Jim Jarmusch e John Woo. Melville também foi precursor da Nouvelle Vague (movimento que procurava fugir das regras pré-estabelecidas pelo cinema comercial) e que consagrou nomes como Jean Luc Godard e François Truffaut.

 

A mostra marca os cem anos de nascimento de Melville e foi idealizada pela Fundação Jean-Pierre Melville, recentemente criada pelos sobrinhos do cineasta, Rémy Grumbach e Laurent Grousset.

 

“Mulholland Drive – Cidade dos Sonhos”

Título original – “Mulholland Drive” (Estados Unidos, 2001). Título em português – “Cidade dos Sonhos”. Diretor – David Lynch. Atores – Naomi Watts, Laura Harring, Jeanne Bates, Robert Forster. Gênero – Thriller. Legendas – Português. Formato – DCP. Duração – 147’.

Sinopse – Quando a morena Rita, machucada e com amnésia, encontra Barbie Betty, uma loira aspirante a atriz, elas iniciam uma jornada em busca da verdade por trás da identidade de Rita. Ao longo de “Mulholland Drive”, nada é o que parece. Ambientada no universo irreal de Los Angeles, David Lynch explora a natureza esquizofrênica da cidade em uma mistura desconfortável de inocência e corrupção, amor e solidão, beleza e depravação. Lynch constrói habilmente um enigma hipnotizante, impulsionando o público em um misterioso labirinto de experiências sensuais até alcançar o cruzamento onde sonhos e pesadelos se encontram.

Serviço

O que: Retrospectiva: Jean Pierre Melville – O Cineasta Das Sombras.

Quando: Até 7 de dezembro.

Onde: Cine Plus Água Verde (Shopping Água Verde, Av. Rep. Argentina, 1927, Água Verde).

Horário: 21h.

Quanto: R$ 5.

 

Cidade dos Sonhos

Sinopse: A jovem aspirante a atriz Barbie Betty viaja para Hollywood e conhece Rita, que escapou por pouco de ser assassinada, e que agora se encontra com amnésia devido a um acidente de carro. Juntas, vão em busca da verdade por trás da identidade de Rita.

Originalmente concebido como um episódio piloto para uma série de televisão, boa parte do filme foi rodada em 1999, mas rejeitada pelo canal ABC. Pouco mais de um ano depois, Lynch retomou o projeto transformando-o em um filme de longa-metragem. Por “Mulholland Drive”, Lynch recebeu o prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes, em 2001, e, no ano seguinte, uma indicação ao Oscar na mesma categoria.

Em entrevista ao escritor e cineasta Chris Rodley, quando questionado se achava divertido provocar ou iludir o espectador com algumas das pistas de interpretação deixadas pelo filme, o diretor respondeu: “Não, não se faz isso com o público. Uma ideia vem, você faz as coisas da forma que a ideia diz que deve ser e permanece fiel a isso. Pistas são bonitas, porque acredito que somos todos detetives. Nós refletimos e descobrimos as coisas. Estamos sempre trabalhando assim. Eu acho que as pessoas sabem o que Mulholland Drive significa para elas, mas não confiam nisso. Eu amo ver as pessoas analisando o filme, mas elas não precisam da minha ajuda. Essa é a parte bonita: descobrir as coisas como um detetive.”

Serviço

O que: Retrospectiva: Jean Pierre Melville – O Cineasta Das Sombras.

Quando: Até​ 29 de novembro.

Onde: Cine Plus Água Verde (Shopping Água Verde, Av. Rep. Argentina, 1927, Água Verde).

Horário: 21h.

Quanto: R$ 5.

 

Para maiores informações sobre os lugares que você quiser visitar ou até para outras promoções, basta baixar o App Onde Ir Curitiba! Aproveite!
  • Booking.com
Sem Comentários

Fazer um Comentário